Ouça:

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Novo eu

Não ouça aquela sua amiga
É o que eu lhe alerto
Pois não há por que
Acreditar em tanta intriga
Eu, de peito aberto
Digo: nada a ver

Sei que nossa vida antiga
Não deu muito certo
É bom reconhecer
Mas não quero que você me diga
Que me ter por perto
Não é pra você

Se deixar, talvez
Tentar outra vez
Acredite, tudo pode mudar
Faço compras de mês
Presentes e buquês
Tudo o que faltava, vou providenciar

Almoço tailandês
Cãozinho pequinês
Pode escolher, não vou reclamar
Vesitdos? Compre três
Novela? Até a das seis
Tudo o que eu não gostava, passei a gostar

Pois é, apresento agora o novo eu
Se der, esqueça tudo o que aconteceu
Com fé, ouça a voz do seu coração
E exercite o seu perdão
Pois é, apresento agora o novo eu
Se der, esqueça tudo o que aconteceu
Com fé, ouça a voz do seu coração

Aposente o seu bom senso
É o que eu penso
Não tem erro não
Se novamente ficar tenso
Eu compenso
Com flor e cartão


* * * * * * * * * *

Taí mais uma música que não está em nosso disco, mas deve aparecer no setlist de amanhã, no Circo Voador. E esta é inédita mesmo!

Nenhum comentário: