Ouça:

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Não haverá outro Dream Team, mas vai ser maneiro assistir basquete nas Olimpíadas

Na época de escola, eu fui realmente viciado em basquete da NBA por um tempo. Peguei o final da época em que Michael Jordan, que ainda seguiu por um tempinho, conviveu nas quadras com Magic Johnson e Larry Bird. Aquele Dream Team de 1992 em Barcelona era realmente um negócio de maluco; reunia os três monstros a gente como Karl Malone, David Robinson, Charles Barkley, John Stockton e por aí vai. Nunca mais houve algo parecido.

Hoje em dia continuo gostando de basquete, mas sou um ignorante quase total sobre o que acontece na NBA. Tomei um susto quando soube que a final deste ano seria disputada por um time que eu nem sabia que existia. Mas ontem me mostraram este top 10 de jogadas na temporada de LeBron James, campeão pelo Miami Heat. Saca o toco dele na jogada número 3:



Depois de assistirmos ao vídeo, levantaram aqui que LeBron talvez possa chegar a um estágio superior ao de Kobe Bryant, que eu ainda acompanhei por um tempo. Óbvio, não tenho como dizer. Mas fui catar o top 10 de Kobe neste último campeonato... A ponte aérea que encerra o vídeo é sensacional, mas nunca tinha visto algo parecido com a jogada número 9:



Depois de muito tempo teremos o Brasil de volta ao basquete nas Olimpíadas. Não haverá um Dream Team americano como o de 1992, mas LeBron e Kobe estarão juntos em quadra. Pode valer a pena assistir.

Nenhum comentário: