Ouça:

segunda-feira, 28 de março de 2011

Como não foi: 27/03/2011 - Iron Maiden no HSBC Arena

É a primeira vez aqui no blog que eu vou escrever como um show NÃO foi!

Cheguei há poucos minutos da "Arena Multiuso" de Jacarepaguá e vim direto pro computador escrever esse texto enquanto os acontecimentos estão frescos na minha cabeça. O chato é eu não ter fotos do que se passou agora para mostrar, mas já vale pelo meu relato:

O HSBC Arena tem a péssima mania de tratar a entrada do público como um curral para bois. Em um jogo de basquete, com clima família, pouco público em geral, isso já é bem revoltante. Imagine um show do Iron Maiden com ingressos esgotados então. Cheguei 18hs lá e a fila já estava passando do Parque Aquático Maria Lenk. tempos depois a fila já havia cruzado a esquina e seguido adiante, quilométricamente. Como, de novo, eles têm a péssima mania de tratar a entrada do público como um curral para bois, só havia uma entrada para a arena. Com o tempo virou entrada de Maracanã (quem sabe o que é entende o que eu estou falando), um aglomerado de gente fazendo pressão para entrar, muitos aproveitando e furando fila, em determinado momento a pressão foi tanta que ergueram a cerca que levava para a entradinha de curral e começaram a invadir direto para a grande rampa do local. Isso aconteceu depois de duas horas de fila, foi quando começou a andar mesmo e o bom senso vencer a logística surreal dos organizadores.

Essa demora fez todos perderem o show de abertura, que era de uma banda de metal daqui do Rio que eu não cheguei a pegar o nome. Finalmente entrando, tive que passar por outra fila só para a minha área, depois receber uma pulseira, depois verificarem meu ingresso, depois me revistarem, daí tive espaço para me locomover até a pista. Por algum motivo misterioso ainda existia um último curralzinho para acessar o bar oficial e poder entrar de vez na pista do HSBC Arena.

Então, beleza agora né? Só aguardar o show (que por sinal já estava atrasado)...

Agora vem o relato de quem estava na pista premium, de frente para o Adrian Smith e o Dave Murray e a parte detalhada do que todos já estão sabendo: O show começou com a faixa título do CD novo do Maiden, "Final Frontier", O público foi ao delírio, a música rolando numa boa até uma hora que o Bruce Dickinson parou de cantar e olhar para algo logo abaixo dele. A barreira de contenção antes do palco havia sido destruída pela pressão do público logo no comecinho da música. Todos seguiram tocando enquanto o Bruce olhava para aquilo e via a produção entrando em ação para averiguar tudo.

Terminaram a música, o Bruce disse para o público que a barreira ali tava toda destruída, pediu para todos se afastarem para a produção resolver o problema e a banda voltaria em dez minutos e começaria tudo de novo. Nessa brincadeira já era 21:30hs e o público estavam todos impacientes e xingando "a estrutura de m#rda" da arena. Entrou uma moça no palco para explicar o ocorrido e o comportamento padrão de um público revoltado no Rio de Janeiro foi o óbvio grito de "piranha, piranha".

Passou o tempo estabelecido lá, um cara com um pé de cabra martelava a estrutura da barreira e nada se resolvia. Vinte minutos se passaram e volta o Bruce Dickinson com a tal moça e eu já tava com o péssimo prssentimento. Ele veio a público, bastante educado, dizendo que a polícia não poderia garantir a segurança do show naquela situação e que tocarão amanhã (segunda-feira) no mesmo horário. Quem não pudesse comparecer, que poderia pedir reembolso e que poderiam entrar no site da banda para ver o que poderia ser feito à respeito.

As vaias tomaram conta do local, a moça mal conseguia traduzir o que o Bruce havia dito (nem precisava, todos já estavam cientes e revoltados). O mais fantástico foi o pedido dela: "eu sei que vocês são um público EDUCADO e NÃO irão depredar o local na saída" - aqui eu tenho que fazer uma pausa: na boa, é a mesma coisa que eu falar para NÃO pensarem em um boi pastando ao lado de uma cerca, por exemplo. Todos pensam num boi pastando ao lado de uma cerca no mesmo instante! A moça, que já havia ganho a honra de ser a "piranha do HSBC", deu a ideia pros EDUCADOS de justamente depredar o local! Óbvio que deu confusão (e olha que achei bem moderado), só vi mesmo o teto do bar que dava acesso parcialmente desabado, todos tiveram que se deslocar para outro acesso e na saída eu reparei que um balão gigante em forma de lata de cerveja tava caindo no chão.

Apesar do que vieram me perguntar aqui, não vi briga acontecendo realmente, minah saída foi razoavelmente tranquila e o perrengue ficou por conta da dificuldade imensa para pegar um táxi naquela hora.

Ah, antes de falar do táxi tenho que contar isso: Vou rir sempre que lembrar do camarada revoltado que estava ao meu lado, no momento em que ouviu a moça do HSBC dizendo que o público era EDUCADO: "EDUCADO É O CARA#LHO!" - o berro do cara foi maravilhoso, como se tivesse se guardando o DIREITO de ser mal educado! "EDUCADO É O CARA#LHO!!!!"

Agora o papo do táxi: estava com mais três amigos procurando táxi na volta e andamos muito para poder conseguir algum vazio. Nessa brincadeira foi um verdadeiro leilão: a primeira taxista que parou, ao ver que queríamos ir para Botafogo, falou que cobraria 90 reais. Lembrando que nós somos o público EDUCADO, convidamos a mulher a seguir com a sua viagem, pois só iríamos pelo taxímetro. O próximo cobrou 60 reais. Educadamente e da mesma forma, convidamos o rapaz a seguir com sua viagem. O seguinte, num Santana caindo aos pedaços, falou que cobraria 120 reais! Já não tão educadamente, convidamos esse rapaz a também seguir a sua viagem como os outros. O seguinte disse que cobraria 130 reais. "O patrão ficou maluco", pensamos. De repente os táxis começaram a fazer fila para o nosso grupo e cada um fazendo sua proposta (isso foi incrível! Era realmente um leilão acontecendo ali em Aligator to the Water). O penúltimo disse que não poderia ir para a zona sul, apenas passaria pela Barra. Finalmente, o de trás disse que faria conforme o taxímetro! Nossa conta fechou em 48 reais.

Amanhã eu devo voltar para o Circo Multiuso para conferir, enfim, como foi o show do Iron Maiden. Claro que conto para vocês por aqui.

Como é de praxis, o Set List foi esse:

- Final Frontier.

7 comentários:

Dine disse...

o sensato seria todo mundo não ir amanhã e pegar o dinheiro de volta. perde-se o show, porém mexendo no bolso dessa gente eu duvido muito que as coisas não mudem. mas é claro que isso nunca vai acontecer aqui...

Paulo Monnerat disse...

Só pelo absurdo na fila de entrada que fez o povo todo perder o show de abertura já vale pra pedir dinheiro de volta...

Rodrigo disse...

tá maluca?!?!?! não se perde um show do Iron Maiden!

perde-se o show? essa não é uma possibilidade.

Doralinda Paxivalin disse...

Eu estava lá, e estava na grade. Quem está revoltado com isso td tem razões (óbvias), mas ñ passou exatamente oque nós passamos - caímos e pessoas nos pisotearam. É uma sensação HORRÍVEL e traumatizante. Era óbvio que o show não poderia continuar com a gambiarra que fizeram para conter a força do público... msmo após o acidente as pessoas não tem noção: querem passar por cima de tudo e todos para tocar nos caras.
É lamentável e vergonhoso.

Dine disse...

rodrigo, o boicote deveria ser a ÚNICA possibilidade numa situação dessas. é por pensamentos como o seu que ontem aconteceu isso tudo. vá ao show hoje, divirta-se e continue aceitando ser explorado, extorquido, mandado pra tão, tão distante hsbc arena e pague bastante caro não só pelo ingresso mas por coisas básicas (5 reais uma água?? 20 de estacionamento??), isso tudo pra ser pisoteado e tratado como gado. e também permita que coisas como a nojenta pista vip seja uma prática estabelecida mesmo sendo totalmente contra o espírito de qq show de rock. vai lá e seja feliz!

Marco-JF disse...

Eu estava lah tb e nao vou poder ir no show de hj. Concordo com tudo o que vc disse, só nao concordo qdo culpou a moça por ela "ter dado a ideia" de todo mundo sair quebrando tudo. Quem falou isso foi o Bruce, ela só traduziu (fora a parte do educado, q foi por conta dela).
Certo msm seria todo mundo boicotar o show de hj (nao o Iron), pq isso ia fuder essa organizacao de merda. Mas estamos no Brasil... isto nunca vai acontecer.

Paulo Monnerat disse...

Rodrigo, Dine e Marco-JF,

Boicotar um show em si não muda tanto NESSE caso na minha opinião.

E pedir pra um fã inveterado de Iron Maiden boicotar um show que ele acompanhou o desenrolar pela internet dia após dia durante meses... não vai acontecer né?

Penso que processo coletivo contra os culpados diretos traria uma repercussão maior.

o HSBC Arena já ficou queimado para mim, por exemplo. Dificilmente me verão num show por lá de novo... teria que ser algo muito imperdível mesmo.