Ouça:

sábado, 10 de abril de 2010

Como foi: 8/4/2010, Baile Festim no Mofo Lapa

Todo mundo sabe o perrengue que o Rio de Janeiro passou esta semana por conta da chuva que caiu sobre o estado. Depois de tudo aquilo, e com toda a lama que ainda se vê nas ruas em diversos pontos da cidade, qualquer gota que caia do céu já faz o carioca entrar em estado de alerta. E, neste clima, tínhamos o Baile Festim marcado para uma quinta-feira chuvosa na Lapa.

E não é que funcionou? Mesmo com o tempo esquisito e o receio de tantos, o povo que foi dançar no Mofo Lapa fez uma boa presença. E o nosso show foi bem bacana, com boa participação do público, que pareceu gostar das novidades no setlist: a abertura com One step beyond (com direito ao Paulo soltando a voz na introdução, uma atração a parte), a versão da clássica Pecado capital, de Paulinho da Viola, e a nossa leitura para Caleidoscópio, do Paralamas (que logo aparecerá em vídeo num espaço bem nobre da internet - a gente contou lá no palco, depois contaremos por aqui também).



Então, o setlist foi este:

- One step beyond (Madness - a nossa versão foi em cima da versão deles)
- Sábio da montanha
- Incorrigível
- Pecado capital (Paulinho da Viola)
- Canção de vida própria
- Unchain my heart (Ray Charles)
- Deixe isso pra trás
- Coisas pequenas
- Caleidoscópio (Paralamas do Sucesso)
- Não quer dizer nada
- Devil in disguise (Elvis Presley)
- Algo aprendi
- Sem compromisso (Chico Buarque)
- Suspeito

* * * * * * * * * * * * * *

A festa não foi só a gente. Também mandou muito bem o DJ Gabriel Folha, pilotando o Festim Sound System  - no fim, a casa mandou abaixar o som pra encerrar a noite e o público, que ainda estava a fim de dançar, reclamou bastante. E houve o show de abertura do Se Tua Mãe Souber....
É sempre bom ver uma boa banda nova surgir por aqui, especialmente uma original como a deles. Não sei bem que referências passar pra vocês entenderem o que é o som, por isso sugiro que vão ao MySpace dos caras (e as gravações lá foram feitas ao vivo em estúdio - então parecem bastante com o que eles fazem no palco). Com certeza ainda tocaremos mais vezes com eles.

Nenhum comentário: