Ouça:

sábado, 11 de julho de 2009

O fino do fino do samba

Acabei de voltar do show do Paulinho da Viola no Canecão. Muitos já sabem que eu sou fanzoca mesmo do cara, que sou Portela de coração e tal... Daí pra falar se eu gostei ou não já nem cabe aqui.

O que tem pra se destacar mesmo é que o cara tem elegância na voz. O jeito dele ali no palco, todo calmo, falante pra caramba ( conta a história de cada música ), trocando de cavaquinho pra violão e do violão pro cavaquinho de novo, é algo que não se vê por aí com facilidade. É até difícil de explicar, mas o cara consegue conquistar o público sendo tímido. Até os momentos em que ele afina o violão antes de uma música se torna algo interessante. Depois de tocar Sinal Fechado, pegou o afinador e começou a checar corda por corda. Chegando no Ré ele solta: "Ah, então foi você".

E o repertório dele foi além do que ele tocou na gravação do Acústico MTV. Chegou a emendar um samba-enredo da Unidos de Jacarepaguá ( deve ser muito difícil encaixar o nome da escola todo numa redondilha, imaginem! ) que mencionava todas as outras escolas de samba, algumas que nem existem mais inclusive. De resto, as famozonas dele, como Timoneiro, Foi um Rio que Passou em minha Vida, Pecado Capital e por aí vai...

A banda dele é toda muito boa. O filho dele toca violão ( ele tem uma carreira solo aí que tá levando turnê pra Austrália! ), tem um trio de mulheres fazendo coro ali muito bem encaixado, além de uma cozinha muito forte e piano e flauta transversa.

Uma das minhas preferidas do Acústico taí abaixo: Talismã, que foi feito em parceria com o Arnaldo Antunes e a Marisa Montes.



E fugindo um pouco do show do acústico, acabei achando também esse vídeo muito bacana do Paulinho com Chico Buarque e Caetano Veloso tocando Preconceito. Isso deve ser bem antiguinho, porque o cabelo do Paulinho no vídeo ainda era preto!

Nenhum comentário: