Ouça:

sábado, 4 de julho de 2009

Incorrigível

Pois é assim
Sei que não vai haver
aquele fim feliz que eu gostaria de escrever

Não diga a mim
que vai melhorar
A isso eu brindo e rio, sei que fala por falar

Mas lá no fundo
eu creio
tudo pode acontecer
Em um segundo
e meio
alguém vai me aparecer
com um bilhete premiado
uma oferta tentadora
uma ideia, um achado
uma invenção inovadora
a que o Mundo irá se curvar

Eu sei que vai
Eu sei que vai
Eu sei que vai
Eu sei que vai

Não tô a fim
de me enganar
Por isso eu digo logo que já sei que não vai dar

É triste sim
ter que se conformar
Só que comigo isso é da boca para lá

Pois lá no fundo
eu creio
tudo pode acontecer
Em um segundo
e meio
alguém vai me aparecer
com um bilhete premiado
uma oferta tentadora
uma ideia, um achado
uma invenção inovadora
a que o Mundo irá se curvar

Eu sei que vai
Eu sei que vai
Eu sei que vai
Eu sei que vai

* * * * * * * * * * * * *

É hoje, hein! O serviço está na agenda, aí do lado.

Nos vemos lá mais tarde?

Nenhum comentário: