Ouça:

sexta-feira, 10 de julho de 2009

A Era do Gelo 3, em 3D

Fui assistir no fim de semana passado ao A Era do Gelo 3, levando meus filhos. Primeira vez que assisto no cinema a um filme em 3D - na verdade, toda a minha experiência no gênero se resumia a um jogo de tiro com os óculos do ancestral Master System e aos toscos óculos de papel celofane azul e rosa de antigamente. Rapaz, eu tô velho mesmo!



Bem, posso estar falando agora de algo que todo mundo por aqui já conhece e eu tô chegando atrasado. Mas o efeito é mesmo muito maneiro e, sozinho, já fez valer o filme pra mim. No cinema, me sentia vendo o filme não por uma tela, mas por uma janela, tal a profundidade que o efeito consegue criar. E olha que A Era do Gelo 3 é até caprichado na animação, mas não é dos mais impressionantes que já vi - Bolt, o supercão, por exemplo, é tecnicamente bem mais impactante. E tinha também versão 3D também, que deve ter sido sensacional.

Isso visualmente falando - porque a história em si daquele filme era bem fraquinha. E essa do novo A Era do Gelo também não é nada demais; na verdade, toda a série até distrai, mas não está no nível de outros como Shrek, Monstros S.A., Ratatouille ou Os Incríveis - o meu favorito de todos.

Mas eu fiquei mesmo o tempo todo no cinema viajando no uso que podiam fazer desse efeito 3D. Imagine uma transmissão em HD e 3D de um jogo de futebol, ou de uma corrida de fórmula-1! Um dia chegam lá.

4 comentários:

Marcos Monnerat disse...

Os toscos óculos vermelhos e azuis ainda tem o seu valor hein! Depois te mostro o material que a gente tá preparando para o lançamento do projeto do Museu Nacional. O efeito é bem maneiro!

A grande vantagem do sistema do cinema é que as cores ficam bem vivas, o que não acontece com os anaglyphs (vermelho-azul). Fora isso. É bem semelhante.

Pra ver na TV de casa, por enquanto, só esse mesmo...

Pedro Zaidhaft disse...

Que isso, achei Era do Gelo 3 muito bom!!! Muito engraçado!!
E parece que estao lançando agora uma tecnologia 3D que nao precisa de óculos, saiu ontem no Globo.

Marcos Monnerat disse...

Existem alguns monitores LCD que se dizem 3D. Produtos comerciais inclusive. Funciona mais ou menos assim: a tela ao invés de ser plana, é em forma de zigue-zague e cada olho, dependendo do ângulo de visão com a tela, enxerga apenas metade das faixas do LCD. Fica projetado então duas imagens, uma para cada direção de faixas do LCD formando assim a sensação do 3D. Só que são muito caros e funcionam apenas para a pessoa que está exatamente de frente para a tela. Se você mexe um pouquinho que seja a cabeça pro lado, já baba o efeito...

Marcos Monnerat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.