Ouça:

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Enquanto uns vêem o Toasters, outros vão pro Maraca ver a Madonna cantar

É interessante a gente, por aqui, fazer os comentários sobre os shows que a gente assiste. O nosso baixista, o formidável Paulo, comentou aqui o show do Toasters, que ele foi assistir em São Paulo. O último show que eu vi passa longe dessa qualidade musical né. Domingo fui ver a Madonna no Maracanã.

Antes que comecem a me agredir virtualmente, quero esclarecer, não sou fã da Madonna (apesar de gostar de Like a Prayer e ver alguma coisa interessante em algumas outras músicas que eu não vou lembrar o nome), fui apenas para acompanhar a namorada e suas amigas. Assim sendo, não esperem aqui o setlist completo do show, já que eu não conhecia mais da metade das músicas.

Madonna veio ao terceiro mundo divulgar seu novo CD, que já está nas lojas e nos melhores sites de pirataria online. Por isso, apresentou muitas músicas desse CD, que para mim, soaram todas como músicas de rave. Talvez a chuva tenha atrapalhado um pouco, mas achei o público pouco animado para um megaevento desse porte. Apesar de ver muitas pessoas na arquibancada cantando todas as músicas, não percebi muita empolgação. E pelo que deu pra perceber à distância, a pista não parecia muito diferente. Só a pista VIP mesmo que tava muito animada. Ainda sobre a chuva, Madonna tomou um estabaco, reclamou da água que caia o tempo todo e, pelo que me contaram, parte das coreografias foram cortadas.

Animado mesmo foi só Like a Prayer, talvez o maior hit da carreira, que realmente levantou a galera que pulou do início ao fim da música, fazendo a arquibancada tremer. Essa música é irada e eu gostaria de tocar ela com o Don Robalo. Em resumo, o show é visualmente muito interessante, cheio de efeitos, luzes, projeções, danças e coreografias bem legais. Mas musicalmente é bem fraco.

Agora, assustador mesmo foi a volta de metrô. Pessoas se empurrando, se estapeando, tudo para entrar rápido no trem, que ficaria parado ainda por alguns minutos na estação antes de seguir viagem. Nem em Flamengo x Vasco eu vi essa selvageria... Impressionante.

Um comentário:

André Monnerat disse...

Hehehe, foi uma galera aqui do trabalho nesse show - mas uma galera fã mesmo, inclusive gente na pista VIP. Voltaram todas dizendo que foi sensacional, valeu cada centavo etc. etc. etc.